DEPRESSÃO

Depressão é uma doença psiquiátrica crônica na maioria das vezes recorrente que produz alteração do humor caracterizada por tristeza profunda e forte sentimento de desesperança. É essencial identificar sintomas e procurar ajuda médica.

É de suma  importância distinguir a tristeza patológica daquela transitória provocada por acontecimentos difíceis e desagradáveis, mas que são inerentes à vida de todas as pessoas, como a morte de um ente querido, a perda de emprego, os desencontros amorosos, os desentendimentos familiares, as dificuldades econômicas, entre outros. No entanto esses acontecimentos podem se tornar estímulos que desencadeiam a depressão. A depressão é uma doença incapacitante que atinge por volta de 350 milhões de pessoas no mundo. Os quadros variam de intensidade e duração e podem ser classificados em três diferentes graus: leves, moderados e graves.

De acordo com a OMS até 2020, a depressão será a doença mais incapacitante do mundo.

Diante das adversidades, as pessoas sem a doença sofrem, ficam tristes, mas encontram uma forma de superá-las. Nos quadros de depressão, a tristeza não dá tréguas, mesmo que não haja uma causa aparente. O humor permanece deprimido praticamente o tempo todo, por dias e dias seguidos, e desaparece o interesse pelas atividades, que antes davam satisfação e prazer.

Existem fatores genéticos envolvidos nos casos de depressão, doença que pode ser provocada por uma disfunção bioquímica do cérebro. Entretanto, nem todas as pessoas com predisposição genética reagem do mesmo modo diante de fatores que funcionam como gatilho para as crises: acontecimentos traumáticos na infância, estresse físico e psicológico, algumas doenças sistêmicas (ex: hipotireoidismo), consumo de drogas lícitas (ex: álcool) e ilícitas (ex: cocaína), certos tipos de medicamentos (ex: as anfetaminas).

Mulheres parecem ser mais vulneráveis aos estados depressivos em virtude da oscilação hormonal a que estão expostas principalmente no período fértil.

Imagens de um cérebro

Depressão é uma doença que exige acompanhamento médico e psicológico sistemático. Quadros leves costumam responder bem apenas ao tratamento psicoterápico. Nos outros mais graves e com reflexo negativo sobre a vida afetiva, familiar e profissional e em sociedade, a indicação é o uso de medicação prescrita por um Psiquiatra aliada ao tratamento psicoterapêutico com o objetivo de tirar a pessoa da crise.

Existem vários grupos desses medicamentos que não causam dependência. Apesar do tempo que levam para produzir efeito (por volta de duas a quatro semanas) e das desvantagens de alguns efeitos colaterais que podem ocorrer, a prescrição deve ser mantida, às vezes, por toda a vida, para evitar recaídas. Há casos de depressão que exigem a associação de outras classes de medicamentos – os ansiolíticos e os antipsicóticos, por exemplo – para obter o efeito necessário.

Há evidências de que a atividade física associada aos tratamentos farmacológicos e psicoterápicos representa um recurso importante para reverter o quadro de depressão.

Responda nosso questionário e descubra se você apresenta sinais de depressão

Esse questionário é protegido pelo sigilo profissional de acordo com o Código de Ética do CFP.

O resultado deste questionário pode indicar possível depressão, no entanto, uma anamnese mais específica deve ser realizada.

O resultado obtido através deste questionário será enviado para seu e-mail.

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Seu Contato Whats (obrigatório)

Sua Religião (obrigatório)

Sua Idade (obrigatório)

Sua Profissão

1- Sinto-me desanimado(a), deprimido(a), triste a maior parte do tempo (obrigatório)

2- De manhã é o momento em que me sinto melhor (obrigatório)

3- Tenho crises de choro ou me sinto como se estivesse a chorar (obrigatório)

4- Tenho problemas de sono durante a noite (obrigatório)

5- Continuo comer normalmente

6- Notei que estou perdendo peso (obrigatório)

7- Ultimamente quero ficar só (obrigatório)

8- Tenho prazer em ter relações sexuais

9- O meu coração bate mais depressa do que de costume

10- Canso-me sem motivo

11- Minha mente está tão lucida quanto antigamente

12- Tenho facilidade em fazer as coisas que fazia anteriormente

13- Sou agitado(a), e não consigo ficar parado(a)

14- Sou otimista quanto ao futuro

15- Sou mais irritado do que o normal

16- Tenho facilidade em tomar decisões

17- Sinto-me útil

18- Tenho uma vida muito intensa

19- Tenho a sensação de que seria melhor se eu morresse

20- Ainda gosto de fazer as coisas que fazia anteriormente